Estamos nos Esquecendo


Já a alguns meses me deparei com uma pergunta que não conseguia tirar da cabeça: “Se detestamos tanto o cigarro e a bebida (e isso é motivo de disciplina, ou até mesmo exclusão) que destroem a nossa saúde, por que não fazemos o mesmo com a Coca-Cola que é pior ainda?”


Talvez você se espante, mas a Coca-Cola é realmente pior do que o cigarro e a bebida. Já pensou no tamanho da propaganda desse produto. Temos músicas, clipes, trilha sonora pra copa e tudo o mais. Nossos irmãos a tomam como se fosse um suco natural. Mas ela traz problemas enormes a nossa saúde.

Os Adventistas dos Sétimo Dia são considerados (ou pelo menos já foram) o povo da saúde. Nós ainda possúimos um regime alimentar altamente saudável, entretanto nosso povo está fechando os olhos para a saúde e estamos colocando nosso apetite em primeiro lugar. Quer comprovar? Experimente ficar um Sábado sem comer, em jejum, só com água. Alguns só de pensar já ficam desanimados com o desafio. Não queremos abrir mão das coisas que gostamos de comer.

Eu resolvi fazer uma pesquisa sobre o que Deus deseja de nossa saúde, começando pelo livro Conselhos Sobre o Regime Alimentar, e pude ver que a questão da saúde é sim “ponto de salvação”. Abaixo alguns trechos do Espírito de Profecia para que você possa confirmar e entender melhor o que estou dizendo. Reflita com o coração aberto e veja se você se encaixa nas descrições da Sra. White.

“A reforma de saúde, foi-me mostrado, é parte da terceira mensagem angélica, e está com ela tão intimamente relacionada como está o braço e a mão com o corpo humano. Vi que nós como um povo precisamos fazer um movimento de progresso nesta grande obra. Pastores e povo precisam agir em harmonia. O povo de Deus não está preparado para o alto clamor da terceira mensagem angélica. Eles têm uma obra a fazer por si mesmos, e que não podem deixar para que Deus a faça por eles. Ele deixou esta obra para que eles a façam. É uma obra individual; uma obra que não pode ser deixada para outro. “Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.” II Cor: 7:1. A glutonaria é o pecado prevalecente neste século. O lascivo apetite torna homens e mulheres escravos, obscurecendo lhes o intelecto e diminuindo-lhes a sensibilidade moral a tal ponto que as sagradas e elevadas verdades da Palavra de Deus não são apreciadas.” Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 32

Os que têm sido instruídos com relação aos efeitos prejudiciais do uso da alimentação cárnea, do chá e do café, bem como de comidas muito condimentadas, e que estão resolvidos a fazer com Deus um concerto com sacrifício, não hão de continuar a satisfazer o seu apetite com alimentos que sabem ser prejudiciais à saúde. Deus requer que o apetite seja dominado, e se pratique a renúncia no tocante às coisas que fazem mal. É esta uma obra que tem de ser feita antes que o povo de Deus possa ser apresentado diante dele perfeito.” Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 36

“Todo que crê na verdade para estes últimos dias, tem algo a ver com este assunto. Diz-lhes respeito, e Deus requer deles que despertem e se interessem nesta reforma. Ele não Se agradará de sua conduta se considerarem esta questão com indiferença.” Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 39

“O uso de estimulantes antinaturais é danoso à saúde, e tem influência obscurecedora sobre o cérebro, tornando-lhe impossível apreciar coisas eternas. Os que acariciam esses ídolos não podem retamente avaliar a salvação que Cristo operou por eles mediante uma vida de abnegação, de constante sofrimento e vexame, entregando finalmente Sua própria vida sem pecado para salvar o homem da morte iminente. Manteiga e carne são estimulantes. Isto tem danificado o estômago e pervertido o gosto. Os nervos sensitivos do cérebro são entorpecidos, e o apetite animal fortalecido à custa das faculdades morais e intelectuais. Essas elevadas faculdades, de função controladora, têm sido enfraquecidas, de maneira que as coisas eternas não têm sido discernidas. A paralisia tem entorpecido o que é espiritual e devocional. Satanás tem triunfado por ver quão facilmente pode ele vencer pelo apetite e controlar homens e mulheres de inteligência, destinados pelo Criador para fazer uma boa e grande obra.” Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 48

“Um homem intemperante não pode ser um homem paciente. Não é necessário ingerir bebidas alcoólicas para ser intemperante. O pecado do comer intemperante, do comer com demasiada frequência, do comer demais e alimentos ricos e não saudáveis, destrói a saudável ação dos órgãos digestivos, afeta o cérebro, perverte o juízo, impedindo o pensamento e a ação racionais, calmos, saudáveis. E esta é uma produtiva fonte de provas disciplinares na igreja. Portanto, para que o povo de Deus esteja numa situação aceitável com Ele, que lhe permita glorificá-Lo no corpo e no espírito, que Lhe pertencem, precisa com interesse e zelo negar a satisfação de seus apetites, exercendo temperança em todas as coisas.” Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 50

“Pesa sobre todos e em especial sobre os pastores que ensinam a verdade, solene responsabilidade de vencerem o apetite. Muito maior seria sua utilidade, caso controlassem os apetites e paixões; e mais vigorosas seriam suas faculdades mentais e energias morais se aliassem o trabalho físico ao exercício mental. Tendo hábitos estritamente temperantes, e com a combinação do trabalho muscular e da mente, poderiam realizar soma incomparavelmente maior de labor, conservando a clareza mental. Seguissem eles essa direção, e seus pensamentos e palavras fluiriam mais livremente, haveria mais energia em suas práticas religiosas, e mais assinaladas seriam as impressões causadas por eles em seus ouvintes. A intemperança no comer, mesmo de comida saudável, exercerá debilitante influência sobre o organismo, embotando as mais vivas e santas emoções.” Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 54-55

“Nossos hábitos no comer e no beber mostram se somos do mundo ou se estamos entre aqueles a quem o Senhor com Sua poderosa cunha da verdade separou do mundo. É a intemperança no comer que torna precária a saúde de tantos, roubando a Deus a glória que Lhe é devida. Por deixarem de negar-se a si mesmos, muitos dentre o povo de Deus são incapazes de atingir a elevada norma de espiritualidade que Ele colocou diante deles, e embora se arrependam e se convertam, toda a eternidade testificará da perda sofrida por se haverem rendido ao egoísmo.” Conselhos Sobre Regime Alimentar, p. 58

“O evangelho da saúde tem hábeis advogados, mas sua tarefa tem sido dificultada porque muitos pastores, presidentes de campo e outros em posições de influência, têm deixado de dar à questão da reforma de saúde a atenção que lhe é devida. Eles não têm reconhecido nela sua relação para com a obra da mensagem como o braço direito do corpo. Enquanto pouquíssima consideração tem sido mostrada a este departamento por muitos do povo, e por alguns do ministério, o Senhor tem mostrado por ela Sua consideração dando-lhe abundante prosperidade.” Conselhos Sobre o Regime Alimentar, p. 73

Nosso corpo é o templo do Espírito Santo e por isso devemos cuidar dele da melhor forma possível. É nosso dever para com Deus. Medite e reveja suas atitudes para com a sua saúde e para com o doador da vida, Jeová, o Deus Eterno.

Direitos autorais. Artigo: Vagner Bruno | Foto: google.com.
Esse post foi publicado em Reforma de Saúde e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s